Roteiro de intrigas

O documentário Shirkers – o filme roubado, em cartaz na Netflix,  traz uma história no mínimo intrigante. Em 1992,  Sandi Tan e seus amigos são atraídos pela proposta de Georges Cardona, um estrangeiro oferecendo um curso de cinema em Singapura.

Juntos, fazem um filme independente, uma espécie de road movie nonsense no qual Sandi Tan, então com 16 anos, interpreta o papel de uma assassina.

Ao final das filmagens, Georges Cardona desaparece com os setenta rolos de filme. Somente em 2011 é que o material será localizado.

Shirkers, que significa fugir, escapar, conta a história da realização do filme perdido. O longa está estruturado basicamente em três eixos narrativos: a história de Sandi Tan contada em flash back; os meandros da produção do filme original; e uma investigação sobre o passado de Georges Cardona.

Uma garota à frente de sua sociedade, Sandi cultivava valores que contestavam o establishment da época, formados por elementos da cena pop e underground ocidentais.

A estética do filme perdido se nutre desses elementos, com colagens, superposições e toda a sorte de influências do cinema sobretudo americano.

Shirkers incorpora um tanto dessa estética, e o diálogo que estabelece com o road movie se dá num plano de metacinema.

A tensão, porém, recai mesmo sobre a personalidade de Georges Cardona. A investigação empreendida por Sandi Tan, junto à ex-esposa e amigos da  figura enigmática, acaba levantando mais dúvidas que respostas sobre esse personagem.

Uma amiga de Sandi Tan sintetizou assim seu trabalho com o documentário: “Ela está dando uma segunda vida ao filme de volta para trás.” Talvez Sandi tenha ido além e criado um híbrido mais interessante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s